Formação (1985-1986)

O grupo foi formado no início de 1985 pelos membros do Hollywood Rose, Axl Rose (vocais) e Izzy Stradlin (guitarra rítmica); e membros do L.A. Guns, Tracii Guns (guitarra), Ole Beich (baixo) e Robbie Gardner (bateria). A nova banda criou o seu nome a partir da combinação de dois dos nomes dos membros do grupo. Essa formação, que já se chamava Guns N’ Roses, fez apenas duas ou três apresentações ao vivo e poucas semanas depois, o baixista Ole Beich foi substituído por Duff McKagan enquanto a falta de Tracii Guns nos ensaios levou à sua substituição por Slash.

gnr1985
A primeira formação do Guns era composta por Axl, Izzy, Tracii, Ole e Rob.

Slash tinha tocado com McKagan no Road Crew e com Stradlin durante um curto período no Hollywood Rose. A nova formação se reunira rapidamente, mas pouco antes de embarcar em uma turnê curta de Sacramento, Califórnia, para Seattle, Washington, o baterista Rob Gardner saiu e foi substituído por um amigo de Slash, Steven Adler. A banda, que continuou a ser chamada Guns N’ Roses, mesmo depois da partida de Tracii Guns, estabeleceu a sua primeira linha estável até o chamado “Hell Tour”.

Izzy, Axl, Duff, Slash e Steven fizeram a formação "clássica" do Guns.
Izzy, Axl, Duff, Slash e Steven fizeram a formação “clássica” do Guns.

A estreia nos palcos da nova formação aconteceu em 6 de Junho de 1986, no Troubador em Hollywood, para cerca de 150 pessoas. Após isso, a banda seguiu para Seattle onde teve a sua turnê de estreia, conhecida por Hell Tour. No caminho entre Los Angeles e Seattle, a van onde os gunners viajavam quebrou, não restando alternativa a não ser abandonar o veículo e pedir carona. Esta carona, por sua vez, demorou dois dias para chegar, fazendo com que a banda atrasasse seu primeiro compromisso em Seattle, causando, como consequência, o cancelamento da turnê inicial do Guns N’ Roses pelos Estados Unidos. Os integrantes do Guns N’ Roses precisaram vender parte dos equipamentos da banda para conseguir voltar para casa.

Duff, Axl e Slash, no começo do Guns N' Roses. A banda tocada em pequenos clubes.
Duff, Axl e Slash, no começo do Guns N’ Roses. A banda tocava em pequenos clubes.

Em 1986, contornando as dificuldades, O Guns N’ Roses gravou um EP (disco de menor duração) com quatro músicas. O nome do disco, lançado de forma independente, era “Live ?!*@ Like a Suicide”, composto por quatro faixas de fitas demo da banda com o ruído da multidão sobreposta. Continha covers do Rose Tattoo (“Nice Boys”) e do Aerosmith (“Mama Kin”), juntamente com duas composições originais: “Reckless Life” e “Move to the City”, ambas coescritas pelo membro fundador do Hollywood Rose, Chris Weber.

Appetite for Destruction e G N’ R Lies (1987-1989)

guns-appetitefordestructionAs dificuldades não durariam muito. O álbum “Appetite for Destruction” foi lançado em julho de 1987 e se tornou em pouco tempo o primeiro disco de estreia de uma banda de hard rock a alcançar o primeiro lugar nas paradas e também foi o disco de estreia que mais vendeu na história do rock, com cerca de 18 milhões de cópias vendidas somente dos Estados Unidos. À medida que o disco vendia mais e mais, a banda prosseguia com seus shows, abrindo para bandas maiores como Iron Maiden e Rolling Stones, e posteriormente encabeçando seus próprios shows.

Foi aclamado pela crítica, mas o álbum e seu primeiro single, “Welcome to the Jungle”, ficaram quase um ano sem exposição, até que David Geffen (presidente da Geffen Records) pediu à MTV para transmitir o videoclipe da faixa. Apesar de inicialmente passar apenas de madrugada, logo o vídeo se tornou um dos mais requisitados da emissora. O segundo single, “Sweet Child o’ Mine”, foi ainda mais bem-sucedido, e quando o terceiro, “Paradise City”, foi lançado, o álbum já tinha alcançado o topo das paradas.

“Welcome to the Jungle” também foi destaque em um filme de Clint Eastwood em 1988, The Dead Pool, com participação de membros da banda.

liesEm 1988, a Geffen decide lançar um novo álbum, “G N’ R Lies”, composto de apenas quatro composições novas e das quatro gravações do EP “Live ?!*@ Like a Suicide” de 1986. Torna-se claro neste disco o caminho que viria a ser tomado pela banda nos anos seguintes. Enquanto as quatro faixas gravadas em 1986 primam pela agressividade e velocidade, as novas faixas de 1988 introduzem instrumentos acústicos que culminam na melosa “Patience”. Lies também sobe as paradas e se junta a Appetite for Destruction, que continua a vender cada vez mais.

Contrastando com o sucesso cada vez maior, os componentes geram escândalos e controvérsias nos anos que se seguem: agressões a vizinhos e repórteres, tumultos constantes gerados durante os shows, brigas, abuso de drogas e bebida, prisões e dezenas e dezenas de processos em todos os países por onde a banda passava.

Use Your Illusions (1990–1993)

illusions1e2Em 1990, o Guns N’ Roses começou a produção de seu próximo álbum. Durante a gravação de “Civil War”, Steven Adler apresentou dificuldades em sua performance, devido aos frequentes abusos e vícios que comprometeram os ensaios da banda. Com isso, Adler foi demitido em julho de 1990, sendo substituído pelo baterista Matt Sorum, que havia tocado brevemente com The Cult, e quem Axl havia creditado para salvar a banda. Poucos meses antes, o tecladista Dizzy Reed se tornou o sexto membro do grupo. Além disso, a banda também despediu seu empresário, Alan Niven, substituindo-o por Doug Goldstein em maio de 1991.

Antes e após o lançamento dos álbuns Use Your Illusion I e II, o Guns N’ Roses embarcou por 28 meses na Use Your Illusion Tour.

Em janeiro de 1991, a banda tocou para o maior público até então: 140 mil pessoas no dia 20 de janeiro e 120 mil no dia 23, no festival Rock in Rio 2 realizado no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. Foram os concertos que marcaram as estreias de Matt e Dizzy na banda. Em maio do mesmo ano, teve início a turnê mundial dos álbuns Use Your Illusion (que seriam lançados meses depois), começando pela cidade americana de East Troy, Wisconsin, com a turnê durando 26 meses, com 192 shows em 32 países.

Foto: Guns tocando no Rock In Rio 2, em 1991, no Maracanã
Guns tocando no Rock In Rio 2, em 1991, no Maracanã

Uma turnê se seguiu ao lançamento de Use Your Illusion I e II, e foi justamente este o motivo da saída inesperada de Izzy Stradlin, cansado da vida na estrada. Gilby Clarke rapidamente assumiu o lugar de Izzy e a turnê continuou sem problemas. Em maio de 1993, quando o Guns N’ Roses estava em Israel, Gilby Clarke sofreu um acidente de moto e machucou sua mão. Izzy Stradlin foi chamado para que os shows não fossem cancelados, e o guitarrista participou das seguintes apresentações, até que Gilby se recuperou e voltou à sua atividade na banda.

A turnê se encerra em julho de 1993, no estádio Monumental de Nuñez, na Argentina, com um show transmitido ao vivo pela TV e que foi encerrado com um forte abraço entre Axl e Slash. Este é marcado também por ser o último show da antiga formação do Guns N’ Roses, com Slash, McKagan, Matt e Gilby.

“The Spaghetti Incident?”

GunsSpaghettiEm 23 de novembro de 1993, o Guns N’ Roses lançou uma coleção de punk e glam rock intitulado “The Spaghetti Incident?”. Apesar dos protestos dos demais membros, uma versão não divulgada de uma canção escrita pelo serial killer Charles Manson, “Look at Your Game Girl”, foi incluída no álbum, a pedido de Axl. Ele pode ser visto usando uma camisa preta de Manson no vídeo “Estranged” de Use Your Illusion II, além de diversos shows em1993, com o texto adicional na parte de trás, “Charlie Don’t Surf”. “Look at Your Game Girl” não foi removida e ainda está caracterizada em prensagens do álbum. Apesar do sucesso inicial, “The Spaghetti Incident?” não coincidiu com as vendas dos álbuns Illusion e seu lançamento, consequentemente, levou ao aumento da tensão dentro da banda. “The Spaghetti Incident?” vendeu até hoje cerca de 1,4 milhões nos Estados Unidos, sendo considerado um desempenho fraco.

Hiato e a polêmica sobre o “It’s Five O’ Clock Somewhere” (1994 – 1999)

Entrevistas com membros do Guns N’ Roses sugerem que entre 1994 e 1996, a banda começou a escrever esporadicamente e gravar novo material. Na época, a banda tinha a intenção de lançar um único álbum com 10 ou 12 canções. Nesse tempo, a banda já não contava com Gilby Clarke, dispensado ao final da turnê dos Illusions.

Gnr_sympathyEm dezembro de 1994, o Guns N’ Roses lançou uma gravação cover dos Rolling Stones, “Sympathy for the Devil”. A canção apareceu na trilha sonora do filme “Entrevista com o Vampiro” e também foi lançada separadamente como um single. Essa faixa já contava com Paul Tobias, antigo amigo de Axl Rose que subsituiu Gilby Clarke. Tobias também foi um dos motivos para Axl e Slash de desentenderem na época, já que Slash não concordou com um overdub feito por Tobias no solo de “Sympathy for the Devil”.

Em 1995, Slash sentou com Axl e os outros integrantes da banda para apresentar gravações e demos de músicas e riffs de guitarra compostos por ele. O estilo das gravações era semelhante ao estilo do Appetite For Destruction. No entanto, Axl e Duff rejeitaram o projeto de Slash, alegando que as gravações não eram fortes o suficiente para serem lançadas em um álbum e não se encaixava em seus planos para a banda. Na época, Slash estava organizando a sua banda, o Slash’s Snakepit, e decidiu usar parte do material no lançamento de sua banda solo. O álbum foi batizado de “It’s Five O’ Clock Somewhere”. Este episódio teria deixado Rose bastante irritado.

A gravação de “Sympathy for the Devil”, bem como a tensão entre ele e Rose, levou Slash a deixar a banda oficialmente em outubro de 1996. Ele foi substituído pelo guitarrista de turnê do Nine Inch Nails, Robin Finck, em janeiro de 1997, que assinou um contrato de dois anos com a banda em agosto de 1997 tornando-o um membro oficial. Matt Sorum foi demitido em abril de 1997 e, em seguida, o baixista Duff McKagan se demitiu em agosto de 1997. Este era o fim daquele núcleo que levou o Guns N’ Roses ao auge da música mundial.

live-era-gunsEm 1998, o baixista Tommy Stinson (ex-The Replacements) ocupou o lugar deixado por Duff. Na bateria, Sorum foi substituído por Chris Vrenna por um tempo curto em abril-maio de 1997 e, finalmente, por Josh Freese, no verão de 1997. Até o final de 1998, uma nova versão do Guns N’ Roses surgiu: muitos músicos vieram e se foram da nova banda, mas o grupo central incluiu Rose, Stinson, o tecladista Dizzy Reed e o multi-instrumentista Chris Pitman.

Em novembro de 1999, a Geffen lançou disco “Live Era: ’87-’93”, uma coletânea de performances ao vivo de vários concertos durante as turnês do Appetite for Destruction e Use Your Illusion. Embora seja um material ao vivo, ajustes e até partes vocais foram gravadas em estúdio.

O “novo” Guns N’ Roses, Chinese Democracy (1999-2011)

Em 1999, a banda lançou uma nova música, “Oh My God”, que foi incluída na trilha sonora do filme “Fim dos Dias”. A faixa de trabalho foi caracterizada pelas guitarras adicionais de Dave Navarro e Gary Sunshine, o professor de guitarra pessoal de Axl. O lançamento da canção foi destinado a ser um prelúdio para o seu novo álbum, intitulado “Chinese Democracy”.

Também em 1999, durante uma entrevista com Kurt Loder da MTV, Axl disse que tinha regravado o Appetite for Destruction com a nova banda, além de duas canções que ele havia substituído por “Patience” e “You Could Be Mine”.

Chinese Democracy teria sido feito desde 1994, com Axl como único membro original ainda na banda. Em 1999, o guitarrista Robin Finck saiu da banda para se reunir com o Nine Inch Nails em turnê. Em 2000, o guitarrista de avant-garde, Buckethead, entrou para o Guns N’ Roses como um substituto de Finck e o baterista Josh Freese foi substituído por Bryan Mantia (ex-Primus). Robin Finck voltou ao Guns no final de 2000, para complementar Buckethead na guitarra solo. Naquele momento, o Guns N’ Roses passava a ter três guitarristas.

gnr2001
Axl, Tommy e Brian, no Rock In Rio 3, em 2001

Em 2000, o Guns N’ Roses é anunciado como uma das principais atrações do festival Rock in Rio III, que seria realizado em janeiro de 2001 no Rio de Janeiro. Este show foi marcado como ‘a volta do Guns N’ Roses’ e também por ser o maior público na história da banda, com cerca de 240 mil pessoas. A formação consistia em Axl, Dizzy, Tommy, Robin, Paul, Buckethead, Brain e Chris Pitman, este último não reconhecido como membro oficial da banda. No show são apresentadas cinco canções novas (“Oh My God”, “Madagascar”, “The Blues”, “Silkworms” e “Chinese Democracy”), além dos antigos clássicos. Em uma homenagem inusitada, Robin Finck tocou uma versão rock and roll do sucesso “Sossego”, do cantor brasileiro Tim Maia.

guns-vma2002
Robin Finck e Axl Rose, no VMA 2002.

Em 2002, Paul Tobias foi substituído por Richard Fortus, ex-Love Spit Love. O grupo seguiu com shows em agosto na Europa e na Ásia, seguidos por uma aparição surpresa no MTV Video Music Awards. Em novembro, começou a nova turnê americana, mas o primeiro show, em Vancouver, foi cancelado pelo fato de Axl não conseguir ir para o Canadá. 16 shows se seguiram, esgotando-se em mercados como Nova Iorque e não vendendo bem em mercados menores. Então, um show na Filadélfia fora cancelado porque Axl supostamente tivera problemas repentinos de saúde. Os 15 mil fãs presentes se revoltaram e destruíram o local, e o resto da turnê foi cancelada.

Dois anos depois, em março de 2004, o guitarrista Buckethead abandonou a banda, alegando falta de interesse do Axl em lançamento de material e shows, fato que só seria oficialmente anunciado quatro meses depois. Com a saída de Buckethead, a banda cancela sua apresentação no Rock in Rio Lisboa, que aconteceria no mesmo ano. Nenhum guitarrista substituto fora anunciado.

guns-greatestNo mesmo mês, a Geffen lançou a coletânea Greatest Hits, já que a banda não lançava Chinese Democracy. Rose demonstrou seu desprazer com o álbum, já que a lista de faixas fora feita sem seu consentimento, e tentou impedir seu lançamento. Falhou, e o álbum foi sucesso de vendas. Em 2006, o guitarrista Ron “Bumblefoot” Thal foi contratado, e a banda voltou com alguns shows em Nova York e uma turnê na Europa (inclusive no Rock in Rio Lisboa) e América do Norte, estendida para México, Ásia e Oceania em 2007.

A espera por Chinese Democracy era tão grande que até mesmo a marca de refrigerante Dr. Pepper publicou que iria distribuir uma garrafa de bebida de graça para cada cidadão dos Estados Unidos, caso o álbum fosse lançado até 31 de dezembro de 2008. No dia 23 de novembro de 2008, depois de 13 anos de espera, o Chinese Democracy é lançado em todo o planeta. O disco já conseguiu a marca de 5,1 milhões de cópias vendidas no mundo e adquiriu um disco de platina nos Estados Unidos. Curiosamente, a banda não divulgou o disco como de praxe. Nada de vídeoclipes ou entrevistas. O único acontecimento realmente significativo foi o lançamento da música “Shackler’s Revenge” no jogo de video-game Rock Band. Em outubro de 2008, “If The World” apareceu nos créditos do filme “Body Of Lies” e a canção que dá título ao álbum, “Chinese Democracy”, estreiou nas rádios como primeiro single do novo álbum, seguida por “Better”.

Em fevereiro de 2009, o guitarrista DJ Ashba assumiu o lugar deixado por Robin Finck, que voltou para sua ex-banda, o Nine Inch Nails. No dia 11 de dezembro de 2009 foi dado o início à Chinese Democracy World Tour (oficialmente, já que a “Chinese Democracy World Tour” começou em 2001, mas o álbum a ser promovido não havia sido lançado ainda).

Foto: Axl Rose e Dj Ashba em 2010
Axl Rose e Dj Ashba, no Brasil em 2010

Um dos shows da turnê, no Japão, teve mais de três horas de duração. O Guns voltou a tocar covers que não entravam mais no repertório, como “Whole Lotta Rosie” do AC/DC e “Nice Boys” do Rose Tattoo. A turnê também marca o novo visual de Axl, agora com cabelo liso, curto, loiro, e uma bandana, sempre de calça jeans e camisetas de cores variadas. No show em Osaka, o álbum Chinese Democracy foi quase tocado na íntegra, faltando apenas as faixas “Riad N’ the Bedouins” e “There Was a Time”.

No dia 21 de março foi confirmado no site do Rock in Rio a presença da banda, com uma apresentação realizada do dia 2 de outubro de 2011. No mesmo mês, a banda passou pela Argentina, Chile, Paraguiai e México, antes de voltar aos Estados Unidos.

Próximo álbum, Rock and Roll Hall of Fame e Tour 2012

Sebastian Bach e Axl Rose no estúdio
Sebastian Bach e Axl Rose no estúdio

Em uma entrevista de 2007, Sebastian Bach, amigo próximo de Axl Rose, declarou que a música “The General” tinha um som “pesado” com “gritos vocais” e também disse que era uma continuação de “Estranged”, do álbum Use Your Illusion II. Bach também afirmou que Chinese Democracy seria o primeiro de uma trilogia de novos álbuns, e que Rose tinha dito a ele que o terceiro, ainda sem título, estava previsto para 2012.

Em uma entrevista com a estação de rádio australiana Triple M, DJ Ashba disse: “Axl tem muitas grandes canções escondidas na manga. Ele provavelmente tem três discos de material gravado”. Ele disse que o cantor senta ao piano e toca. “Eu penso, isso é fabuloso. As pessoas têm que ouvir essa música. E ele responde, ‘Ah, isso é só uma coisa na qual eu tô matutando.’ Ele é simplesmente um gênio quando o assunto é música e eu mal posso esperar para sentar com um violão e apenas escrever. Ele tem esse dom que é muito, muito raro.”

Em 27 de setembro de 2011 o Guns N’ Roses foi indicado como finalista para ser incluído no Rock and Roll Hall of Fame. Os cinco homenageados seriam anunciados no fim de 2011. Devido aos boados de uma possível reunião da banda, Duff McKagan disse à Associated Press: “Claro que há uma chance. Eu não sei o quão real é essa chance.” Slash também falou sobre a reunião a Billboard: “Claro que há especulações sobre como será caso sejamos premiados, mas no caso do Guns N’ Roses realmente não há como adivinhar o que pode acontecer. Eu suponho que, se acontecer, todos irão tentar se entender de alguma forma. Mas acho que o primeiro a se fazer é esperar e ver se se seremos incluídos no ‘Hall’, já que sabemos o quão imprevisível isso pode ser”.

Axl deu a entender que talvez exista a possibilidade de um reencontro com Slash. “Eu não sei o que isto significa em relação a mim e à antiga banda – eu não sei – tudo ainda está indefinido. É uma honra estar na indicação e eu sei que existe definitivamente uma parcela dos fãs que realmente gostarão disto”.

guns-halloffame
Gilby, Matt, Duff, Slash e Steven representaram o GN’R no Hall da Fama em 2012

No dia 7 de dezembro de 2011, a banda foi confirmada a introdução ao Rock and Roll Hall of Fame, com a cerimônia para o dia 14 de abril de 2012. Enquanto o guitarrista Slash simplesmente postou em seu twitter: “É uma honra”, e o baixista Duff McKagan apenas re-twittou o anúncio original, os ex-bateristas do Guns, Steven Adler e Matt Sorum, opinaram sobre uma reunião na cerimônia do Hall of Fame. “Significaria muito para mim”, disse Steven Adler à revista Rolling Stone sobre a possibilidade de Axl Rose aparecer para uma performance com a formação original. “Eu, pessoalmente, quero terminar o que comecei. Se nós começamos isso, vamos encerrar a carreira tocando juntos, pelo menos uma vez”.

Axl Rose e Izzy Stradlin não compareceram à cerimônia. O vocalista Myles Kennedy, amigo e companheiro de banda de Slash, assumiu os vocais no show da cerimônia, enquanto Adler e Matt revezaram na bateria. Os outros músicos foram Slash, Gilby e Duff.

25 anos de Appetite For Destruction e reunião da formação clássica (2015-atualmente)

gunsnroses-appetitefordemocracy3d (13)
Fortus, Frank, Dizzy, Ron, Axl, Chris, Tommy e Ashba em Las Vegas, 2012

appetite-for-democracy-bd3d
Blu Ray Appetite For Democracy

Ainda em 2012, o Guns N’ Roses fazem uma pequena residência em Las Vegas, no Hard Rock Casino, uma pequena turnê, intitulada Appetite For Democracy, em comemoração de 25 anos do seu álbum de estreia, Appetite For Destruction, e quatro do mais recente, Chinese Democracy. As apresentações foram gravadas e prometidas para serem lançadas como um filme-concerto da banda. Seria o primeiro lançamento em vídeo da banda, desde 1992, com o lançamento de Use Your Illusion I e II, que foram as gravações da turnê Use Your Illusion dividida em dois volumes.

No ano seguinte, 2013, a banda seguiu sem mais novidades, apenas realizando diversos concertos por várias cidades. Finalmente, o Guns N’ Roses anunciou uma turnê sul-americana para o início de 2014 que passaria por vários países e cidades da América do Sul. A turnê durou em torno de um mês, que abrange o final de março e boa parte do mês de abril. Passou pelo México, Brasil, Argentina, Paraguai e Bolívia. Algumas performances contaram com a presença do ex-baixista da banda, Duff McKagan, devido a Tommy Stinson estar reunido com sua outra banda, The Replacements, em turnê.

Ao retornar aos EUA, Axl Rose recebeu o prêmio “Ronnie James Dio Lifetime Achievement Award”, e fez uma pequena apresentação com o Guns N’ Roses no Revolver Golden Gods Awards. Axl recebeu o prêmio das mãos de Nicolas Cage, que declarou ser um grande fã da banda. Após a turnê sul-americana e da premiação no Golden Gods Awards, Axl e a banda fizeram uma pequena residência no Hard Rock Casino em Las Vegas, uma pequena turnê intitulada NoTrickery! An Evening Of Destruction. O grupo então finalmente consegue lançar o seu filme-concerto intitulado Appetite For Democracy 3D Live at Hard Rock Hotel & Casino – Las Vegas. Foi disponibilizado em DVD, Blu-ray, 3D e digital, e em edições Deluxe incluindo CDs e também foi levado a seletos cinemas.

Axl Rose recebendo o prêmio das mãos de Nicolas Cage.
Axl Rose recebendo o prêmio das mãos de Nicolas Cage.

Desde o final de 2014, especula-se se um dos guitarristas da banda, Ron “Bumblefoot” Thal, estava fora do grupo. O músico dizia querer se focar apenas em sua carreira solo, mas nunca confirmou oficialmente sua saída, dando apenas declarações consideradas vagas e inconclusivas. Ele chegou a afirmar que “havia pistas suficientes por aí”. Em julho de 2015, outro dos guitarristas, DJ Ashba, anunciou sua saída do grupo para se dedicar apenas à sua outra banda, o Sixx:A.M. Poucos dias depois, em 31 de julho de 2015, um jornalista da rádio WRIF afirma ter confirmado a saída do membro com uma fonte ligada à banda.

coachella2016
Imagem oficial do Coachella Festival. O primeiro show anunciado após a volta de Slash e Duff.

No final de dezembro de 2015, a banda já indicava que a reunião com a formação clássica aconteceria. No dia 30 de dezembro, a Billboard noticiou o retorno de Slash e Duff, além da apresentação no festival Coachella, em abril de 2016.

Em 5 de janeiro de 2016, Slash e Duff confirmam, através de suas redes sociais, que estão de volta ao Guns N’ Roses. A reunião do Guns N’ Roses leva a banda receber o maior cachê já pago pelo Coachella: cerca de 14 milhões de dólares por dois shows.

 

Foto: GN'R ensaia no Troubadour antes da apresentação histórica
Foto: GN’R ensaia no Troubadour antes da apresentação histórica