Brain

brain

Nome: Brain
Nome real: Bryan Mantia
Nascimento: 1964
Origem: Cuprtino, Califórnia, EUA
Instrumentos: Bateria
Bandas anteriores: Primus, The Limbomaniacs, Stinky Grooves, Praxis, Giant Robot, Colonel Claypool’s Bucket of Bernie Brains, Bullmark, Godlfesh
Projetos Solos: M.I.R.V. (Cosmodrome, Feeding Time on Monkey Island), MCM and the Monster (Collective Emotional Problems), and Tom Waits (Bone Machine). Também toca no álbum sono do Buckethead, “Monsters and Robots”.
Período no GN’R: 1999 até 2006

Biografia resumida

Brian “Brain” Mantia já trabalhou com vários artistas conhecidos (Praxis, Primus, Tom Waits, Buckethead, Godflesh). Mantia, que cresceu na baía sul de Copertino, CA, era fã de de James Brown, Jimi Hendrix, Led Zeppelin e começou a tocar bateria aos 16 anos de idade. Pouco tempo depois, Brian ganhou o apelido “Brain” (devido a sua obsessão por um livro chamado “Portraits in Rhythm”) na época em que tocava numa banda de sua escola. Ele continuou estudando bateria, tendo inclusive estudado no “Instituto de Percussão e Tecnologia” em Hollywood. Na metade dos anos 80 Brain entrou para uma banda funk-rock chamada Limbomaniacsm (lançaram apenas um álbum, chamado Stinky Grooves).

Depois disso, Mantia tocou com uma grande variedade de bandas, incluindo M.I.R.V. (Cosmodrome, Feeding Time on Monkey Island), MCM and the Monster (Collective Emotional Problems), e Tom Waits (Bone Machine). Em seguida ajudou a fundar a banda funk/experimental chamada Praxis, composta por veteranos como Bootsy Collins (baixo), Bernie Worrel (teclados), Buckethead (guitarra) e pelo produtor Bill Laswell. Lançaram vários álbuns durante a década de 90 (incluindo os excelentes Transmutation (Mutatis Mutandis, Transmutation Live, and Warzsawa entre outros). Brain continuou trabalhando com Buckethead mesmo fora do Praxis (em projetos solo do artista, como “Giant Robot” e “Monsters and Robots”).

No fim dos anos 90, Brain participou de trabalhos da banda Godflesh (Songs of Love and Hate, Love and Hate in Dub), e na banda de seus camaradas de longa data, Primus (Brain tocou brevemente com eles em 1989, mas teve que sair da banda por conta de um pé quebrado). O retorno de Brain a banda se mostrou muito importante em sua carreira, tendo gravado os álbuns The Brown Album, Rhinoplasty e Ant-Pop. Mantia tinha um grande histórico musical, que se tornaria ainda maior com o convite de Axl para que ele integrasse o Guns N’ Roses (por a indicação de Buckethead, que já estava fazendo parte da banda em substituição ao guitarrista Slash). Brain tocou ao vivo com o Guns na turnê de 2001 (incluindo no Rock in Rio III) e em 2002 na entrega de premiações do MTV Video Awards e faz parte da atual banda que está em processo de gravação do álbum Chinese Democracy.
Em junho de 2006, Brain se ausentou do GN’R para passar resolver problemas particulares e passar um tempo com sua família e desde então, não voltou a tocar com a banda. Axl afirma que Brain ainda faz parte da “família GN’R”.